terça-feira, 28 de setembro de 2010

Histórias que libertam ou aprisionam?


Somos de uma mesma espécie, entre milhões na natureza

Pensamos conscientes e tão diferentes.

Vivemos na sociedade livres.

Escravo das emoções

Irresponsavelmente solto

Amedrontada do prazer

Gerenciando mentes

Imatura do envolvimento

Regando ansiedade

Asfixiada pelo medo

Flutuando nas imaginações

Agitada pelo novo

Protegendo o Eu

Intimidada pelos outros

Tudo por uma única conseqüência, o medo do vazio.

Deborah Vale

Um comentário:

Marcela Ohana disse...

/arraso
/arraso
/arraso